ETREVISTA COM DR. MARCO GUEDES MARCA INÍCIO DA PARCERIA COM CENTRO MARIAN WEISS

Tempo de leitura: 4 minutos

0 Flares 0 Flares ×

Quando comecei o projeto “Vida de Deficiente” contei para vocês que compraria uma nova prótese. Lembram?

Por conta do projeto quis conhecer novos lugares e em meio a essas pesquisas encontrei o Centro Marian Weiss. Me chamou a chamou atenção no facebook deles o post sobre  test drive de joelho, logo pensei “Nossa eles devem confiar muito nos produtos heim”.

Entrei em contato e agendei uma visita.

O CENTRO MARIAN WEISS

logo-cmw

Chegando lá já percebi algumas diferenças. O clima é agradável e a energia é boa. Me senti em casa.

A simpática recepcionista me informou que eu deveria aguardar o diretor financeiro.

Em pouco tempo um cara extremamente entusiasmado entra na recepção cumprimentando todos os outros pacientes. E veio se apresentar e conduzir ao atendimento.

Esse entusiasmo todo do Ian Guedes me surpreendeu, minhas experiências anteriores com clinicas de prótese e órteses eram resumidas em duas conclusões:

  1. No primeiro atendimento: “Vou te receber bem por que quero seu dinheiro, mas seu bem estar não é relevante para mim”;
  2. Durante o tratamento: “Você é só mais um número para nós, fale menos, porque nós somos os especialistas em prótese aqui”

E acreditem, no meu primeiro atendimento no CMW eu tive a certeza que algo lá era diferente. Contei toda minha história para o Ian, desde o acidente, até as dificuldades de 1 ano para acertar o encaixe da prótese.

Conversamos por mais de 40 minutos pelo que me lembro, o Ian me sugeriu uma consulta com o Dr. Marco Guedes para avaliar a saúde do coto e a indicação de prótese correta.

Na saída conversei com os pacientes que estavam na recepção e lembrei de entregar alguns cartões de visitas para Adriana (a recepcionista).

O Centro Marian Weiss era o terceiro lugar que estava visitando para pesquisa e ao final da conversa já havia decidido que minha próxima prótese seria confeccionada lá. (eles não sabiam disso, é claro)

PARCERIA

Alguns dias depois desse ter essa primeira impressão mega positiva, recebo o e-mail do Ian, pedindo mais informações sobre meu blog.

Marcamos uma conversa e  surgiram algumas ideias (verbalizadas, por que minha cabeça estava a mil por hora).

Para o blog agregar informações de especialistas era uma necessidade. Para o CMW acredito que o tom humorístico dos meus vídeos era o que eles buscavam para desmistificar a PESSOA COM DEFICIÊNCIA.

Então fechamos a parceria para produzir conteúdo em conjunto nos próximos meses.

A primeira parceria do blog, foi uma grande conquista que compartilhei com vocês no snapchat (anakmeloo).

Mas, não havia decidido pela compra da prótese e ainda faltava conhecer o Dr. Marco, fundador do CMW.

Dr. Marco Guedes

Cheguei atrasada para minha primeira consulta, tomei uma bronca muito sutil (muito mesmo), mas tinha consciência do meu erro.

Ainda sim o Dr. Marco me atendeu e conversou comigo sobre algumas coisas que eu poderia fazer em relação ao coto para ter ainda mais qualidade de vida, algumas decisões que em breve compartilharei com vocês.

O Dr. Marco é aquele médico que te passa segurança e tranquilidade, aquele tipo de pessoa que quando fala a gente percebe que entende mesmo sobre o assunto.

Bom, Graças a Deus tive a oportunidade de conhece-lo e recuperar minha crença em ortopedistas (eu já ouvi de um ortopedista que “depois da amputação a coisa era só fisioterapeuta”).

Depois de conhecer o Dr. Marco eu decidi que o primeiro vídeo do Blog Ana K com CMW tinha que ser com ele, afinal em apenas 15 minutos eu aprendi mais sobre amputação do quem em 6 anos e meio como amputada. Obviamente tinha que dividir isso com vocês.

Eu não poderia ter inaugurado essa parceria de maneira melhor. Registramos essa conversa (que na verdade foi uma aula) em uma tarde de setembro.

E uma grande alegria me invade ao saber que vocês, meus leitores e expectadores vão receber essas informações e aprender sobre amputação, inclusão, aceitação, novas tecnologias e uma analogia maravilhosa sobre óculos e próteses. E que tudo isso vai ser aqui no nosso Blog.

Então chega de falar, prepare-se para aprender e mudar seus pensamentos. Dividi em duas parte para que você possa absorver melhor tudo que ele tem a nos ensinar.

Aperte play!

Nesse primeira parte falamos sobre a história do Centro Marina Weiss e do Dr. Marco, ele nos explica também sobre amputação fisiológica e como a recuperação começa já na cirurgia.
Na segunda parte abordamos a visão da sociedade e em relação a pessoa com deficiência, como essa pessoa se vê e também o importante legado que as paralímpiadas deixaram para o Brasil.

Vem muito mais por aí

Foi uma aula, não foi? E este é só o começo dessa parceria incrível.

Muito mais está por vir, vamos mostrar como a prótese é feita, fisioterapia, outros paciente.

Muita coisa legal, não posso contar tudo, se não perde a graça. Mas fique por aqui para acompanhar tudo.


Centro Marian Weiss

Rua Mourato Coelho, 1417 – Vl. Madalena – SP

11 3090-3839

1 Comentário

  1. suzana carvalho

    amo DR MARCO amo a clinica abaixo de DEUS devo minha vida a ele !gostei muito da entrevista !

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *