COMO EU ERA ANTES DE VOCÊ. ANA K COMENTA LIVRO x FILME.

Tempo de leitura: 3 minutos

0 Flares 0 Flares ×

Como eu era antes de você é um romance nada óbvio, que conquistou milhões de leitores ao redor do mundo e ontem chegou aos cinemas.

Moyes aborda a deficiência de maneira impecável, mostrando como a vida de Will se transforma depois de um grave acidente e como a adaptação é difícil.

O filme está em cartaz em todos os cinemas do Brasil, assista na rede Cinepolis.

maxresdefault

Will Traynor era o seu em seu mundo antes do acidente e não aceita sua nova condição de tetraplégico.

Lousa Clark ou Lou é uma jovem de 26 anos que está satisfeita com sua vida de cidade do interior.

Quando perde o emprego e encontra uma oportunidade como cuidadora de deficiente, ao entrar na vida dos Traynor, Lou descobre que sua missão é mostrar para o Will o lado bom da vida, mesmo que ele esteja em cima do que ele chama de “maldita cadeira de rodas”.

A história segue, Lou se vê cada vez mais envolvida por Will, seu namorado Patrick ajuda nesse sentido, uma vez que só pensa em si mesmo.

Quando Will se torna tudo para Lou e vice-versa, o leitor/expectador cria esperanças de um final diferente do previamente anunciado.


Livro x Filme

Capa_Como-eu-era-antes-de-voce2

Adorei a escolha dos protagonistas, Emilia Clarke (de Game of Trones) fez a Lou que eu imaginei, é difícil isso acontecer normalmente eu imagino a personagem totalmente diferente da atriz escolhida.

Já, Sam Claflin é um dos meus atores favoritos no momento, ele fez o Finnick de Jogos Vorazes e o Alex de “Simplismente Acontece”. Adoro o sotaque ingles, o jeito como ele fala entre dentes, enfim adoro Sam, sou suspeita para falar.

O fato é que Emilia e Sam se encaixam perfeitamente, a química dos dois é inegável. Quanto ao restante do elenco, acredito que a adaptação do roteiro não deixou que os atores trouxessem para tela os personagens que conhecemos no livro.

Nunca imaginei Matthew Lewis (o Neville de “Harry Potter”) como Patrick, além disso o pai de Will era outra pessoa na minha cabeça.


Do que senti falta…

303307 A relação de Lou e Will é preservada na essencia, Nathan (Stephen Peacocke) também está fielmente representado. Contudo alguns detalhes que são importantes para história ficaram de fora da adaptação para telonas, listei 5 coisa de que senti falta.

  • A relação de Lou e Treena, totalmente conturbada no livro, no filme é um mar de rosas e companheirismo.
  • O conflito dos quartos que leva Lou para casa do namorado e depois para o Anexo da Granta House, me fez falta, pois isso contribui ainda mais para relação dos protagonistas e revela o que Will sente por Lou. 
  • Camilla Traynor (Janet McTeer), embora a atriz seja excelente, não revelou a verdadeira Camilla, que na verdade odiava a admitir que Lousia era sua única esperança.
  • A ligação da Suíça, no filme dá a entender que Lou ligou para os Traynor, quando na verdade foi Camilla que implorou para ela ir.
  • O segredo que Lou tinha em relação ao labirinto do castelo, estava ansiosa por essa cena e ela não veio rsrs. 

Bom de modo geral a essência está lá, os protagonistas são incríveis, a história encantadora e o final é surpreendente e como alguns dizem trágico.


Eu discordo, entendo Will, não concordo, mas entendo e sinceramente acho que ele tomou a decisão certa.

Não podemos julgar sem saber o que o outro sente, muitas pessoas saem do cinema revoltados com Will, mas eu peço que o perdoem, afinal vocês não sabem como é.

Essa história mexeu muito comigo, gravei um vídeo comentando alguns pontos e contando algumas experiências que me fizeram sentir o que Will sentiu.

Dá Play


E aí, gostou? Tentei não dar nenhum spoiler, mas é muito difícil. Assista ao filme e me conta aqui o que você achou e se gostou do final.

Beijos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *