4 Comentários

  1. Amanda Ferretti

    Olá Ana eu não sei se concordo totalmente com sua linha de pensamento. Mas gostei da maneira que você escreveu e concordo em partes. Sobre a corrupção que nunca acaba sobre todos os partidos políticos serem obrigados a ceder. Mas não concordo sobre o impitimam que acho necessário. E fato de não se tomar partido pq acho que por mais que os partidos sejam ruins você precisa escolher aquele que você acredita que será o melhor para o Brasil na sua linha de pensamento. Por exemplo eu sempre vou preferir um partido da chamada direitoa. Mas cada um é livre para pensar como quer.

    Responder
    1. Ana K.

      Oi Amanda,
      Obrigada por comentar.
      Como eu escrevi acima, estamos sem opções dignas.
      Mas, eu sou a favor da democracia e totalmente contra a manipulação midiática.
      É exatamente por pensar: “Aquele é ruim, mas…” que estamos no meio dessa turbulência.
      Contudo, acho esse debate saudável e fico feliz que você tenha entendido algumas coisa, principalmente sobre corrupção.

      Responder

  2. Olá, Ana!

    Tempos difíceis estes que vivemos! Muito hormônio político, e, como você bem disse, gente apenas repetindo o que lê, ouve ou assiste. Gente que prefere falar em “manipulação”, como se o mérito (ou seja, os crimes) não devesse ser levado em conta.

    O legal é presenciar e participar da construção da História, e mesmo percebendo que estamos ainda engatinhando nessa democracia cheia de hormônios que de fato não têm objetividade, boas são as atitudes positivas, como a sua, que com certeza têm muito mais a ver com o “construir”.

    Parabéns!

    Responder
    1. Ana K.

      Oi Cauê,

      Obrigada por comentar. Sabe que sua opinião é valiosa para mim.

      É mesmo um momento sem precedentes, mas acredito que se continuarmos alertando principalmente os mais jovens sobre a profundidade dos fatos, aos poucos vamos conquistar essa visão clara e imparcial que tanto sonho.

      Mais uma vez, agradeço.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *